fbpx

Tipos de pisos, saiba qual o melhor para sua casa

Orçamento de obra: o que devo saber
11 de março de 2020
Planta Baixa: O que é? E para que serve?
17 de abril de 2020

A escolha do piso é sempre uma decisão bem importante no processo da obra. E nós aproveitamos essa quarentena para separar algumas opções para vocês, dando dicas de qual ambiente colocar.

Durante a construção da casa nova, é o piso um dos elementos que vai determinar o aconchego e conforto dentro de casa.

Uma dica bem importante é sempre avaliar o mercado e cotar valores, e a partir daí definir suas escolhas.

Separamos alguns tipos de pisos mais utilizados nas novas construções para você se inspirar.

VAI CONSTRUIR OU REFORMAR?

Fale com a gente.

Cerâmicas

A cerâmica é o tipo de piso mais comum e utilizado no Brasil. Possui tamanhos variados (20×30, 40×40, 60×60, 80×80, 100×100), além de texturas, qualidades e preços.

Podem ser utilizados em áreas internas e externas.

Porcelanato

O porcelanato é produzido com matérias-primas nobres. Podem ser polidos, semi-polidos ou peças rústicas.  O porcelanato polido é mais liso e, por isso, este tipo de revestimento é indicado para áreas secas da casa como salas, corredores e quartos.

Laminado de madeira

O piso laminado tem algumas vantagens entre elas a fácil manutenção, o custo-benefício atrativo, além de ser um excelente isolante térmico e acústico.

O piso laminado é indicado para diversos cômodos, como quartos, salas, home office, escritório, corredor e também em lojas e outros espaços comerciais.

Mármore

O mármore é uma rocha metamórfica, comporta principalmente por minerais de calcita com coloração mais uniforme e formação de veios definidos. A indicação é que seja utilizado apenas em ambientes internos.

O Brasil produz pouco mármore, por isso o custo se torna mais alto.

Silestone

Material composto por grande quantidade de quartzo, outros minerais em menor escala, resina de poliéster e pigmentos.

Piso Vinílico

Assim como o piso laminado, o piso vinílico é também uma alternativa para quem gosta do visual da madeira para pisos. Enquanto o piso laminado é composto realmente de madeira, o vinílico é feito de PVC. Ambos os pisos oferecem conforto térmico, são fáceis de limpar, antialérgicos e resistentes a riscos, porém o piso vinílico tem melhor isolamento acústico.

Tábua Corrida

Piso em madeira natural de lei. Conferem beleza e conforto, mas não são sustentáveis.

Tacão

Os tacos foram muito utilizados nas décadas de 60 e 80, hoje o seu custo é mais caro e são utilizados em ambientes mais específicos.

Lajota ou ladrilho hidráulico

Revestimento de muito sucesso no século XIX, principalmente os ladrilhos europeus. Hoje estão de volta a moda em ambientes específicos, como espaços gourmets, churrasqueira e cozinhas.

Ardósia

Piso em pedra ardósia foi largamente utilizado nos anos 1980 devido a sua durabilidade e baixo custo. Seu uso ideal em áreas externas, ambientes molhados e pisos internos.

A sua desvantagem é que esse tipo de piso fica muito escorregadio quando esta molhado, é preciso tomar cuidado.

Cimento queimado

Solução de baixo custo para piso, quando bem feito seu resultado é incrível. É um tipo de piso indicado tanto para áreas internas quanto externas. Mais utilizados me bares, boates e galpões industriais.

Pedra Portuguesa

Você certamente já andou ou já viu pela tv e internet as famosas calçadas de Cobacabana, no Rio de Janeiro, as pedras que compões essa arquitetura são as pedras mais famosas do mundo, a Pedra Portuguesa que tem seu espaço garantido entre as preferências de arquitetos e designers.

Versátil e fácil de compor, o revestimento conta com variações que podem se adequar a todo tipo de ambiente.

Granito

O granito é considerado o meio termo entre mármore e o porcelanato. Possui um custo benefício melhor, além da alta durabilidade.  O piso é resistente a arranhões e dificilmente absorve água, não ficando manchado. Sua superfície pode ser polida para renovar o seu brilho.